11 set

Infraestrutura das bibliotecas – II: mobiliários, recursos tecnológicos e material de escritório

 Já combinamos que o mês de setembro, no nosso blog, será dedicado às questões relacionadas à infraestrutura das bibliotecas. Dividimos o tema em quatro partes, para facilitar a nossa conversa. Já tratamos da disponibilidade e organização do espaço físico, na semana passada; agora é a vez de falarmos de mobiliários, recursos tecnológicos e material de escritório adequados ao bom funcionamento da biblioteca. E desta vez também vamos por partes, orientados pelas publicações Biblioteca da Escola – Direito de Ler, da Fundação Biblioteca Nacional, e Biblioteca escolar como espaço de produção do conhecimento – parâmetros para bibliotecas escolares, da Universidade Federal de Minas Gerais. Nosso texto foi adaptado, mas, ao final do post, você encontra os links para a íntegra desses materiais.

 
Mobiliário
 
Lembra do poeta que uma vez escreveu que “beleza é fundamental”? Pois isso se aplica às bibliotecas. Se junto à funcionalidade do mobiliário pudermos cuidar um pouquinho da parte estética, os leitores se sentem acolhidos no espaço e vão querer passar mais tempo na biblioteca. Então, passemos às questões práticas, mas considerando uma boa dose de carinho e de beleza.
 
Os mobiliários existem para garantir quatro funções básicas:
 
Atendimento adequado aos usuários e boa gestão do acervo. O que demanda um balcão de atendimento ou escrivaninha, mesa com cadeira, computador com impressora e acesso a internet e um armário para os materiais de escritório. Caso o funcionário seja uma pessoa com deficiência ou mobilidade reduzida, é preciso levar em conta as necessidades dele.
 
Conforto aos usuários, interesse do leitor e a organização do acervo. Com cadeiras, mesas e estantes para adolescentes, jovens e adultos que desejam ler e pesquisar na biblioteca. Novamente – e sempre – a acessibilidade deve ser considerada. Mobiliários acessíveis, como, por exemplo, mesas largas o bastante que possam acomodar uma cadeira de rodas, devem ser disponibilizados;
 
Espaço adequado ao público infantil. Com mesas, estantes e cadeiras – que devem ser mais baixas –, tapetes de borracha e almofadas. O acervo deve ser mantido sempre no nível de visão do frequentador e com as capas voltadas para fora – afinal, nesta fase, o encantamento pelo livro começa pela capa.
 
Espaço adequado, seguro e confortável para os bebês. Com livros específicos para eles, tapetes e estofados pelo chão. O ambiente, claro, deve ser colorido e alegre.
 
Quais os móveis necessários à instalação de uma biblioteca e como torná-los atraentes? Alguns exemplos
 
Balcão de empréstimo. Móvel básico para a organização e funcionamento da biblioteca, serve para o atendimento ao leitor, a inscrição, o registro e o fichário de empréstimos. Caso não esteja disponível, pode ser substituído por uma escrivaninha ou mesa de escritório.
 
Estantes. Devem ter alturas variadas, sendo as mais baixas para facilitar o manuseio dos livros pelos menores. Recomenda-se a altura de pelo menos 1,50m, com prateleiras móveis que se ajustam aos livros. Se puderem ser coloridas, melhor! As estantes mais altas são recomendadas para os livros juvenis e livros preferenciais de jovens e professores.
 
Expositores verticais inclinados. De fácil confecção, permitem que os livros sejam expostos de frente, de modo que as capas atraiam a garotada. Os expositores podem usados para apresentar as novidades da biblioteca ou para apresentar os livros separados por tema.
 
Mesas redondas. As de 1m a 1,20m são indicadas para trabalho em grupo. As mesas escolares e individuais servem também para leitura e, quando agrupadas, podem ser utilizadas para trabalhos coletivos.
 
Materiais de escritório e outros acessórios
 
Os matérias de escritório e outros acessórios têm uma função especial na biblioteca, pois ajudam os funcionários a se organizarem diariamente e a manter a ordem, facilitando o atendimento aos usuários. São eles: Fichários, arquivos e outros suportes.
 
Arquivos. A biblioteca da escola precisa ter, pelo menos, um arquivo com pastas suspensas para organizar os documentos administrativos, relatórios, planos e projetos. Portanto, um arquivo com quatro gavetas, para iniciar, é o ideal.
 
Fichários ou catálogos. Pequenos móveis, com diversas gavetas, para guardar as fichas catalográficas com as notas bibliográficas de cada obra, para facilitar a recuperação do livro. As gavetas, com o tamanho padrão de aproximadamente 7,5 x 12,5 cm, são identificadas com indicação do tipo de ficha que guardam. Por exemplo, fichários de AUTOS, de TITULO, de ASSUNTO, de SERIE ou COLEÇÃO e TOPOGRAFICO. Neste último fichário é que ficam as fichas são arquivadas pelo número de classificação.
 
Fichários de empréstimos. Podem ser fichários de mesa, de acrílico, de aço ou feitos por encomenda. São necessários dois: um para guardar as fichas de inscrição – em ordem alfabética ou divididas por turma, no caso das escolas –, outra para as fichas dos leitores que estão com livros emprestados. Quando o leitor devolve o livro, a ficha retorna para o primeiro fichário.
 
Murais. Devem ser colocados em locais visíveis por todos e de fácil acesso. Importantíssimos para divulgar a programação da biblioteca, novos livros recebidos e avisos de exposições, podem também expor trabalhos de alunos e notícias de interesse da comunidade escolar – o que é um ótimo atrativo para despertar o interesse dos usuários. A divulgação deve ser afixada em altura que facilite a leitura do público interessado.
 
Porta folhetos. Uma das maneiras mais simples e atraentes de despertar o interesse pelo acervo da biblioteca são os folhetos confeccionados em papel colorido, com bibliografias temáticas de interesse do leitor. Para saber o que interessa aos leitores, que tal uma caixa de sugestões ou um caderno onde possam expressar livremente suas opiniões e curiosidades? Em nossas Bibliotecas Comunitárias Ler é Preciso, por exemplo, a nossa publicação Diário do Leitor é utilizada para que o leitor expresse o que achou do livro que leu e deixe como dica na biblioteca, para que outros usuários possam consultar.
 
Caixotes colorido